Autenticar
Main menu

A AEG utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar
A Gentalha do Pichel apresenta "13 medidas para a política lingüística municipal" em Compostela

A Gentalha do Pichel apresenta "13 medidas para a política lingüística municipal" em Compostela

A Comissom de Defesa da Língua da Gentalha do Pichel apresentou na Cámara Municipal de Compostela as seguintes medidas orientadas à galeguizaçom da vida pública e privada da nossa cidade. Damo-las a conhecer com o objetivo de visibilizarmos a nossa atividade e de animar as pessoas comprometidas com a defesa da nossa língua a fazer chegar novas iniciativas à Cámara ou à nossa comissom.

  • Criaçom dum serviço de Voluntariado Linguístico centralizado que funcione através dos diferentes centros sociais e socioculturais da cidade (quer sejam de gestom pública ou comunitária) ou centros de saúde. O objetivo é facilitar às pessoas chegadas de fora (emigrantes e estudantes) a aquisiçom da nossa língua de maneira lúdica e gratuita ao tempo que se proporcionam ferramentas eficazes de integraçom social. A Gentalha do Pichel, que já trabalhou nesta iniciativa, oferece-se a ajudar no seu desenho.
  • Criaçom dum centro de ócio ou ludoteca municipal que pratiqueestratégiasimersom linguística.
    A falta de espaços destinados à infáncia na nossa cidade é um problema abertamente conhecido pola maioria da populaçom: animamos a Cámara a subsaná-lo dumha perspetiva linguítica de ajuda à conservaçom e implantaçom do galego entre as mais novas. Para isto é preciso criar um programa de atuaçom que diga respeito à contrataçom do pessoal, ao material educativo e às dinámicas de ócio que se estabelecerem.
  • Criaçom dum serviço de assessoramento linguístico disponível on-line e de resposta rápida. O serviço estaria essencialmente dirigido aos negócios privados, que em tantas ocasions utilizam o castelhano por falta de recursos e conhecimento da nossa língua (especialmente em lojas especializadas). Este serviço poderia estar coordenado com outros concelhos.
  • Elaboraçom e difusom de materiais de hotelaria (folhas de reclamaçom, individuais de papel, guardanapos, etc). Poderia desenhar e editar a Gentalha e o concelho assumiria os custos e distribiuiria através da Associaçom de Hotelaria (a Gentalha tem já abundante material deste tipo na rua, como porta-copos, guardanapos e cartazes de NOM FUMAR.
  • Distribuiçom gratuita de software na nossa língua para expediçom de talons de compra, faturase outros trámites burocráticos às proprietárias de lojas.
  • Criaçom de cláusulas linguísticas nas contrataçons públicas de serviços municipais: transportes, lixo, águas, obras, etc.
  • Criaçom de cláusulas linguísticas nas colaboraçons do concelho em atividades organizadas por outras entidades.
  • Exigências linguísticas em eventos de cinemae teatro patrocinados polo concelho: Cineuropa, Curtocircuito, etc (legendagens em galego de todos os filmes ou polo menos estabelecimento de percentagens).
  • Comunicaçom comtodas aquelas pessoas recenseadas em Compostela que tiverem o seu apelido deturpado para informá-las da sua forma correta e para instá-las a procederem à sua mudança. Para tal labor o Concelho terá que chegar a um acordo de colaboraçom com o Registo Civil com o fim de favorecer e facilitar os trámites precisos.
  • Posicionamento municipal sobre a legislaçom linguística e tramitaçom da petiçom de garantias para as consumidoras sobre o nosso direito a sermos atendidas em galego.
  • Posicionamento municipal e exigência à Junta da Galiza da revogaçom do “Decreto de Plurilingüismo”, que proíbe o ensino integral na nossa língua e as práticas de imersom promovidas por entidades comunitárias como as Escolas de Ensino Galego “Semente”
  • Galeguizaçom de todo o material e sinalética referente ao Caminho de Santiago sob domínio municipal.
  • Ativaçom do Conselho Municipal de Normalizaçom Lingüística e convocaçom periódica do mesmo a fim de estabelecer canais permanentes de colaboraçom com o tecido associativo da cidade.
Última modificação emQuinta, 20 Outubro 2016 22:20
Avalie este item
(3 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Facebook Twitter RSS Global