Autenticar
Main menu

A AEG utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar
Mais sobre o uso do hífen em galego

Mais sobre o uso do hífen em galego

Destaque

Porque greco-latino leva hífen, se latino nom começa por o? Porque se escreve pré-pagamento, mas preexistência?

 

Mincinho

 

 

RESPOSTA DA COMISSOM LINGÜÍSTICA DA AEG:

O Acordo Ortográfico da Língua (Galego-)Portuguesa de 1990, adotado —com algumha adaptaçom— polo padrom galego reintegracionista da Comissom Lingüística, prescreve (v. Compêndio Atualizado das Normas Ortográficas e Morfológicas do Galego-Português da Galiza, da CL-AEG, 2017: pág. 78) que levam hífen os vocábulos compostos por dous adjetivos que designam nomes de povos ou línguas, como greco-latino (e anglo-saxónico, galego-português, indo-europeu, etc.).

 

Por outro lado, nos vocábulos compostos por prefixaçom, utiliza-se hífen a unir o prefixo à palavra (v. Compêndio: pág. 79–80) quando aquele é tónico e a palavra tem vida à parte. Este é o caso, por sinal, de pré-pagamento, mas nom o de preexistência, em que o prefixo pre- nom é tónico (como tamém acontece, por exemplo, em previsom).

 

Em todo o caso, convidamos o amável consulente para ler com atençom o capítulo dedicado à utilizaçom do hífen ou traço de uniom do Compêndio Atualizado das Normas Ortográficas e Morfológicas do Galego-Português da Galiza, da CL-AEG.

Última modificação emSegunda, 29 Janeiro 2018 08:42
Avalie este item
(1 Voto)
voltar ao topo

Facebook Twitter RSS Global